cisco-ci-domain-verification=6177f84098c615dc95f3d00489e846a6adb7e239da13a0881e9a3506dda45a26
 

A verdade por trás desses 5 mitos sobre o Zoom

Brendan Ittelson - Chief Technology Officer - Zoom Inc.






Há muitas informações sobre o uso do Zoom, e pode ser difícil separar os fatos da ficção. Você pode ter ouvido, por exemplo, que um anfitrião de reunião pode ouvi-lo quando você está com o áudio desativado.


Estamos aqui para fornecer a clareza de que você precisa! Vamos desmascarar esse e outros equívocos que viraram crenças populares a seguir.


MITO: os anfitriões da reunião podem ouvi-lo, mesmo quando você esteja com o áudio desativado.

FATO: não oferecemos a capacidade de ativar o som secretamente e ouvir os participantes das reuniões Zoom. O Snopes investigou esse mito e relatou que, se você estiver com o áudio desativado (o que é indicado por uma linha vermelha no ícone do microfone), o anfitrião, coanfitrião e outros participantes não poderão ouvir seu áudio.

Se você desativar o áudio, a única maneira de um anfitrião ou coanfitrião ativá-lo é se você tiver dado permissão prévia para eles fazerem isso. No entanto, o ícone do seu microfone mostrará claramente que você está com o som ativado e você receberá uma mensagem dizendo: "O anfitrião ativou o seu áudio".


MITO: se você fixar um vídeo, o participante fixado e/ou o anfitrião da reunião serão notificados.

FATO: vimos algumas postagens em mídias sociais perpetuando esse mito, mas a verdade é que fixar um vídeo em uma reunião não notifica ninguém. Fixar, que desativa a exibição do palestrante ativo para mostrar um bloco de vídeo específico em foco, é uma ação local que afeta apenas sua exibição e gravações locais em seu próprio dispositivo. Isso não afetará as exibições de outros participantes em uma Reunião Zoom ou aparecerá em gravações na nuvem.


MITO: apenas Reuniões Zoom pagas são criptografadas.

FATO: reuniões Zoom gratuitas e pagas entre clientes Zoom são protegidas com criptografia AES de 256 bits no modo GCM em trânsito. Contas gratuitas e pagas ingressando diretamente do Zoom Client também podem habilitar nosso recurso opcional de criptografia ponta a ponta (E2EE), que usa a mesma poderosa criptografia AES de 256 bits no modo GCM que protege reuniões Zoom por padrão. Quando os usuários habilitam a criptografia ponta a ponta para suas reuniões, ninguém, exceto os próprios participantes – nem mesmo os servidores de reunião da Zoom – tem acesso às chaves de criptografia que são usadas para criptografar a reunião. Este recurso ainda não está habilitado para alguns parceiros.


Neste link, você pode conferir como a Zoom trabalha para manter e proteger suas comunicações e seus conteúdos.


MITO: o Zoom permite que os anfitriões da reunião saibam se você está prestando atenção.

FATO: os anfitriões não podem usar o Zoom para rastrear se os participantes estão usando outros aplicativos durante uma chamada, quais aplicativos estão usando ou se o Zoom está ativo na tela (embora não possamos evitar que seu chefe ou professor veja seus olhos vagando para alguma distração fora da tela!). Anteriormente, oferecemos o monitoramento de atenção do participante para ajudar a melhorar o envolvimento com treinamentos on-line, mas removemos esse recurso em abril de 2020. Escolas e organizações podem usar outros aplicativos diferentes do Zoom para monitorar atividades, uso do aplicativo ou produtividade, mas o Zoom não oferece a capacidade de fazer isso.


MITO: o Zoom não funciona em Chromebooks.

FATO: o Zoom funciona em Chromebooks com praticamente as mesmas funcionalidades do Windows e Mac. Recentemente, atualizamos o aplicativo Zoom na Chrome Web Store para otimizar o uso da CPU em todos os dispositivos Chrome, de forma que todos que usam o Zoom em um Chromebook tenham uma experiência confiável e tranquila.



55 visualizações0 comentário